DESCRIÇÃO CASO CLÍNICO # 46 – COM PROSERVAÇÃO DE 1 ANO - Dra. Cristina Musso

Caso clínico



Primeiramente foi realizada a anestesia seguida do isolamento absoluto com lençol Madeitex 15/15cm de cor preta e grampo 12 A .


Optei por fazer um acesso mais conservador já que o caso me permitia e comecei o preparo com uma broca 1558 , refinando com uma ponta de ultrassom TRA 4.


Como a parede mesial era destruída fiz a reconstrução com auxílio de uma banda metálica estabilizada com grampo Unimatrix e preenchi com resina flow e resina composta .




A partir daí acessei os canais e iniciei o tratamento em si. Sempre começo com limas manuais 08 e 10 e já faço a odontometria. A seguir faço a instrumentação com a lima rotatória 15/03 seguida nesse caso com a R25 blue.


Nos canais mesiais ainda faço um acabamento com as manuais 25 e 30.

No distal continuo com a R40 e R50.


Sempre com muita irrigação , a ultima aspiração realizo com a agulha de silicone e seco os canais com cone de papel. Antes da secagem faço a prova dos cones, prefiro fazer esse passo com os canais úmidos.


Após conferir com uma tomada radiográfica, estando tudo de acordo, sigo para obturação. Meu cimento de escolha para maioria dos casos é o Pulpcanal sealer.

Após obturação dos canais, selo o acesso com resina flow e resina composta.

Paciente retorna ao indicador para restauração definitiva.




10 visualizações

RECEBA AS NOVIDADES

  • Endomil Facebook
  • Endomil Instagram

© 2020 por 311